"V for Vertigem" Vertigem HQ: Abril 2008

quarta-feira, 30 de abril de 2008

A Academia Umbrella-A Comitiva
do Apocalipse #06 de 06
A Academia Umbrella-A Comitiva
do Apocalipse #05 de 06

A Academia Umbrella - A Comitiva do Apocalipse #04 de 06

A Academia Umbrella-A Comitiva do Apocalipse #03 de 06
A Academia Umbrella-A Comitiva do Apocalipse #02 de 06
A Academia Umbrella-A Comitiva do Apocalipse #01 de 06
A Academia Umbrella-Sneak Preview
A Academia Umbrella-Salvo e Seguro A Academia Umbrella #00
Quando disseram que Gerard Way, vocalista banda teen My Chemical Romance, iria escrever uma história em quadrinhos e ainda por cima de super-heróis, eu mesmo que gosto de tudo, fiquei com um pé atrás, mas curioso a respeito, pois sairia pela Dark Horse, editora que sempre primou pelos bons roteiros e teria a arte de um dos melhores, senão o melhor desenhista brasileiro, Gabriel Bá, irmão gêmeo de Fábio Moon, hoje desenhando Casanova para Image Comics. E para minha surpresa, a singular casa/escola de jovens nascidos com poderes especiais e reunidos pelo Sr. Hargreeves, a Academia do Guarda-Chuva, ou aqui conhecida como Academia Umbrella, se mostrou para mim o melhor lançamento de 2007. Já disse isso uma vez e repito, se o PTKomics não tivesse pegado o projeto antes o Vertigem estaria com ele com unhas e dentes. O Roteiro de Way usa e abusa de clichês, mas de forma sublime, e cria e inventa situações de um jeito espetacular. A arte de Bá está no mesmo nível de um Eduardo Risso, de 100 Balas, beirando um Mike Mignola, e as cores de Dave Stewart dão um tom cartoon até em cenas de tiros na cabeça e esquartejamentos. Sem contar nas capas mais que perfeitas de James Jean, de Fábulas. Logo em sua estréia "O Assassino Mágico" o trio mostra a ironia e sagacidade que tornaria a identidade da série. Personagens inverossímeis como a Fofoca, que torna suas mentiras realidades, ou as frases mais ilógicas do meu personagen preferido, O Espírita, fizeram com que esta série se tornasse a mais agradável de ser revisada nos últimos tempos. Sim, apesar de ser um projeto do PTKomics, eu não podia ficar de fora, e na mais recente minissérie - A Comitiva do Apocalipse - fiz questão de revisar a partir da edição #02 da revista. E como prêmio, o "señor" Peteka Jr. me deixou letrar a última edição da série inédita em portugues até hoje, por isso está no alto do post. Bom, não vou dizer mais muita coisa, somente que A Comitiva do Apocalipse se trata do fim do mundo previsto pelo Número Cinco, uma das 7 crianças adotadas por Hargreeves, que viajou ao futuro e agora, no presente, tem a aparência de um garoto de 10 anos, mas com uma idade 6 vezes maiores. Mas ele avisa que uma grande ameaça vai destruir a humanidade, e resta pouco tempo! Divirta-se, pois essa não é uma revista com lições de moral ou restrições de idade. É diversão! E de boa qualidade, do tipo que tem que ser!
Tradução de todas: O-Sensei
Letras em todas exceto A Comitiva do Apocalipse #06: Peteka Jr
Revisão em A Comitiva do Apocalipse #02-06 e letras nesta última: Von DEWS!
Agradecimentos ao Cimerian Satan!

Marcadores:

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Gustville #01 de 06

É um pouco dificil fazer uma resenha sobre a primeira edição de Gutsville, pois até mesmo os criadores da série deixam mais perguntas do que afirmativas nesta primeira edição. Mas o que podemos dizer é que Gutsville tem sua base na famosa parábola do Mestre Jonas, aquele que foi engolido pela baleia por desobedecer as ordens de Deus por uma vingança pessoal e durante uma tempestade em alto mar, tem que passar três dias no estômago do mamífero máritimo! E tem um toque de mostro Leviatã! Dito isso, temos a "ilha" de Gutsville, com seus trezentos e poucos habitantes, vivendo apenas com luzes de lamparinas e com enchentes de bile! Nas palavras do próprio criar da série, Simon Spurrier: "Eca!" Mas o que podemos dizer é que essa cidade também foi engolida e que os habitantes vivem sob as rígidas leis de Jonaskin, e que ainda pensam em sair deste horrível lugar. E tudo começa com um misterioso assassinato, do caçador de ratos da cidade, Jon Oliphant, pelo monstro de plantão - O HomemSemSol! E seu filho Albert deve seguir os passos do pai e se tornar o novo caçador. Mas o que Albert descobre é que o pai talvez descobrira uma saída de Gutsville!
Por Simon Spurrier nos roteiros e Frazer Irving na arte.
Tradução múltipla de I20I3EI27, Von DEWS! e Whursell.
Revisão de Von DEWS!
Letras excepcionais de Dotzero.

Marcadores:

domingo, 27 de abril de 2008

Singularidade 7 #01-04 de 04



Mais uma belíssima obra do multimíia Ben Templesmith. Publicada pela IDW Publishing, foi o primeirp trabalho de Templesmith como roteirista. Ia fazer minha própria resenha até ler a do Bau da Net, ficou tão boa que irei copiá-la aqui: Durante uma noite, viajando junto com um meteoro, as microscópicas Nanites chegam à Terra. Fundem-se com o cérebro do primeiro homem que encontram, Bobby Hennigan, que aqui passa a ser a Singularity (Singularidade)… Ao princípio foi tudo uma maravilha! Bobby descobre que pode fazer coisas… então, idealisticamente dirige-se às Nações Unidas dizendo que podia construir máquinas para purificar a atmosfera, acabar com as doenças ou acabar com todas as guerras! E assim foi! Depois foi o pesadelo… A Singularidade torna-se Deus, um Nexus absorvente de tudo quanto é vivo! Começa a transformar toda a atmosfera do planeta, tornando-a venenosa para todos os seres vivos, as Nanites alimentam-se imediatamente de qualquer ser vivo que apanhem, criações aberrantes da Singularidade patrulham a superfície, à procura de Humanos, que agora se escondem em abrigos subterrâneos! Mas (há sempre um “mas”), sete humanos são resistentes às Nanites, tornando-se assim os únicos seres vivos a poder passear na superfície. É sobre este grupo de seres que recai a responsabilidade de lutar contra a Singularidade! A história demonstra ser sólida e imaginativa. A arte de Templesmith usa um traço rude e “grosso” ao mesmo tempo que por vezes parece infantil, tudo isto com um grande grau de abstracionismo em que os tons predominantes são o negro e o cinzento, oscilando com cores extremamentes quentes e fortes e inserindo por vezes algumas figuras que parecem desenhadas a partir de fotos! É uma arte estranha, mas que assenta como uma luva neste tipo de história. Quando lhe foi pedido para descrever a história, ele respondeu: “É como cérebro de cordeiro frito regado com três doses de vodka!”. Acho que isto diz tudo…
Uma produção do GibiHQ! Tradução de Losib. Revisão de I20I3EI27. Letras de Thiagaum.
PS: Esse é o post de Domingo, que estive impossíblitado de publicar antes. Daqui a pouco tem mais!

Marcadores:

Miracleman-Apócrifa Livros 1 a 3
+ Warrior Summer Special


Finalizamos aqui as edições publicadas de Miracleman! Num trabalho excepcional comandado principalmente por Anton Arcane, nós brasileiros podemos ler esta obra magnífica criada por Alan Moore e continuada por Neil Gaiman. Esperamos que um dia os perrengues judiciais e possamos ver estas edições em papel! Créditos:
Apócrifa Livro 1: Roteiros de Neil Gaiman, Steve Moore, James Robinson, Sarah Byam, Matt Wagner. Arte de Mark Buckinghan, Stan Woch, Kelley Jones, Norm Breyfogle e Matt Wagner. Tradução e letras de Anton Arcane.
Apócrifa Livro 2: Roteiros de Neil Gaiman, Kurt Busiek, Stephan Petrucha, Dick Foreman. Arte de Mark Buckinghan, Christopher Schenk, Broderick Macaraeg, Alan Smith & Pete Williamson. Tradução e letras de Anton Arcane.
Apócrifa Livro 3: Roteiros de Neil Gaiman, Steve Moore, Fred Schiller, Steven Grant. Arte de Mark Buckinghan, Alex Ross, Val Mayerick, Darick Robinson e pin-up da Miraclewoman por Melinda Gerbie. Tradução de Anon Arcane.
Warrior Summer Special: Roteiro de Alan Moore, arte de Gary Leach, Steve Dillon, Paul Neary, Alan Davis, tradução da Editora Tannos, letras de anton Arcane, scans por Manuel e Tio Helbert. Pra quem gosta de detalhes, notem como a arte de Steve Dillon(de Preacher, Hellbalzer e Justiceiro) mudou bastante!

Marcadores:

sábado, 26 de abril de 2008

The Boys-Os Rapazes #15
Os rapazes estão de volta aos Estados Unidos. No novo arco "Bom Para A Alma". Hughie faz uma nova vista ao Lenda. E ele tem uma grande surpresa! Enquanto isso, Centelha, recorre à fé para superar suas experiências como componentos do Sete. Mas será que isso é suficiente?
Roteiro de Garth Ennis, Arte de Darick Robertson e cores de Tony Aviña.
Tradução de Alfred.
Adaptação, revisão e letras de Von DEWS!

Marcadores:

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Transmetropolitan #23 de 60
Na quinta parte de "A Nova Escória", Spider Jeruralém tem um pedido[ordem] para uma entrevista com ninguém menos que o candidato à presidência Gary Calahan!! Nos mesmos moldes da edição passada, mas as revelações e o final dessa entrevista vão ser outros... A eleição está chegando!
Roteiro de Warren Ellis, arte de Darick Robertson e arte-final de Rodney Ramos.
Tradução: Bella Ferraro.
Revisão e Letras: Von DEWS!

Marcadores:

quarta-feira, 23 de abril de 2008

The Walking Dead #46
Faço minhas as palavras de Robert Kirkman na introdução da revista:
"A merda foi jogada no ventilador!". É a terceira parte de "Ninguém Está a Salvo!".
Por Kirkman, Adlard e Rathburn.
Tradução e adaptação: Von DEWS!
Letras: PuTaH cLuBbEr MoR
PS: só faltam mais duas, já estão traduzidas e saírão quando estiverem prontas, nem antes nem depois disso. Comentários abertos para assuntos sobre Walking Dead e afins!

Marcadores:

terça-feira, 22 de abril de 2008

Wormwood-O Cadáver Cavalheiro #02 de 04
(Pássaros, Abelhas, Sangue e Cerveja)
Crimes e mistérios com nosso adorável verme detetive que reside no buraco do olho de um cadáver estiloso! Ao lado de sua nova ajudande, a escultural, sarcástica e poderosa Phoebe; seu ajudande metálico Sr. Pêndulo; e o fantasma policial investigativo Trotski, eles andam às voltas com um estranho caso de nascimentos explosivos. Nesta edição, mais alguns estranhos personagens dão as caras, como o monstruoso publicitário Nybras - e seu leprechaun de estimação; o "gourmet" Nysrogh, e mais uma peça no mistério: o negociador Sr. Buer. Personagens e situações hilárias, com o argumento e arte sempre excepcional(da qual sou fã) de Ben Templesmith! (domingo teremos mais uma amostra dela). Vertigem em parceria com o PTKomics!
Tradução: O-Sensei
Revisão e adaptação: Von DEWS!
Letras DotZero

Marcadores:

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Os Nórdicos-
Northlanders #04
A empreitada de Sven sofre alguns reveses com a chegada de um severo inverno. Os Ivarsons, seus antigos vizinhos são assassinados, ele é traído por Thora, e Hakkar faz uma proposta pra lá de desrespeitosa para um grande guerreiro. Apenas sua sombra, o corvo, está lá para testemunhar suas derrotas... mas não esqueçamos de uma certa arqueira das colinas! Parceria Vertigem e GibiHQ!
Roteiro de Brian Wood e arte de Davide Gianfelice.
Tradução de I20I3EI27
Revisão de Von DEWS!
Letras de DotZero

Marcadores:

domingo, 20 de abril de 2008

Os Invisíveis vol.02 #01-04



Já no embalo do fim do primeiro volume de Os Invisíveis, voltamos aqui com as quatro primeiras edições do segundo volume, publicada aqui em 1999 pela editora "Tudo Em Quadrinhos" como uma minissérie em duas partes intitulada "Infernos Unidos da América". Como já dito nos comentários e no post passado, vamos aguardar um pouco para ver o ritmo (e o preço) que saírão as edições nacionais para vermos se continuamos a tradução ou não do segundo volume. Se caso o preço for acessível e as publicações regulares, esperaremos o lançamento nas bancas para aí escanearmos e postarmos aqui, caso os preços sejam altos e a periodicidade muito irregular, voltamos com as traduções, então só peço um pouco de paciência, que não pararemos de lançar os Invisíveis, nem nenhuma outra série!
PS: Fábulas é um projeto do GibiHQ!=D
Roteiro Invertebrado de Grant Morrison e arte Irreversível de Phil Jimenez.
Scans pelo GibiHQ(aquele que traduz Fábulas)

Marcadores:

sábado, 19 de abril de 2008

Os Invisíveis vol.01 #25 de 25
Finalmente chegamos à conclusão do primeiro volume da obra máxima de Grant Morrison! Um epílogo para as primeiras vinte e quatro edições e um prólogo para o segundo volume. Vemos o Senhor Seis, e a reativação da Divisão X, o misteriosos mascarado Sr. Quimper, filmes pornôs com alienígenas e tudo mais que Morrison está acostumado a nos mostrar. Domingo trago as primeiras edições do vol. 2. Lembrando que a Pixel anunciou encadernados. Então não sabemos se continuaremos com as traduções ou não... já está avisado!
Roteiro de Morrison, arte de Mark Buckinghan(de Fábulas) e arte final de Marl Pennington.
Tradução: Cochi
Letras: Cimerian Satan
Revisão e títulos: Von DEWS!

Marcadores:

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Crônicas de Wormwood #06 de 06
Só porque ninguém esperava... o capítulos final das Crônicas de Wormwood! Como qualquer capa de chamariz que se preze... ZUMBISSS! E como o fim do mundo está aí, nada como assisti-lo no balcão de um bar situado no inferno. Será que todas as artimanhas do diabo, pai de nosso protagonista, farão que destino do juízo final se concretize? Acompanhe a última pare dessa hilária história, pelas mãos de:
Garth Ennis(roteiro) e Jacen Burrows(arte).
Tradução e adaptação: Boni e Von DEWS!
Letras: Von DEWS!
Amanhã.... Invisíveis!

Marcadores:

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Crônicas de Wormwood #05 de 06
Pra compensar os dias de ausência, tentaremos caprichar nos lançamentos, mais rapidamente! E Danny Wormwood vai ter que encarar seu pai em breve, pois Judas Escariotes fez de novo! Mas hoje, o traidor vai ter o que merece nas mãos do anticristo! Sangue, palavrões(parece até o texto do último The Boys, mas todos sabem por quê...), Sex-shops e coelhos tarados em hamsters! É o penúltimo numero da minissérie!
Roteiro de Garth Ennis e arte de Jacen Burrows.
Tradução e adaptação: Boni e Von DEWS!
Letras: Von DEWS!

Marcadores:

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Bem-Vindo à Tranquilidade #04
A misteriosa morte do Sr. Articulado deixa cada vez mais intrigante essa revista, que mescla um ar de "erapratismo" com a modernidade nos novos argumentos dos anos 2000, um ar pulp dos misteriosos assassinatos com a agilidade das investigações no melhor estilo policial. Gail Simone(por vezes criticada, por vezes elogiadas) conseguiu criar uma revista de super-heróis fora do padrão(se é que isso ainda era possível), mas Bem-Vindo à Tranquilidade tem vários mundo e estilos circulando por suas histórias. Há comédia, drama, mistério e aventura. Uma revista completa com um visual ora "Image", ora Marvel, ora Vertigo. Deixo aqui MEU depoimento sincero por uma série que surpreendeu desde o começo! Parceria com o PTKomics que cometemos o sacrilégio de não incluir a logo deles na última capa de Wormwood- O Cadáver Cavalheiro, mas quem baixar agora, vai ter a alteração. Perdão, Peteka e O-Sensei.
Roteiro de Gail Simone, Arte de Neil Googe.
Tradução de O-Sensei
Letras de DotZero
Revisão, Adaptação, títulos e letras das pág. 02 e 10-11 de Von DEWS!(ufa!)

Marcadores:

segunda-feira, 14 de abril de 2008

The Boys-Os Rapazes #14
Não, o blog não parou! Mas o tempo urge e algum descanso é merecido! Mas estamos aí! E Ennis e companhia estão de volta também! Na conclusão de "Glorioso Plano de Cinco Ano", fechamos todas as pontas com muito sangue, palavrões e Linguiça do Amor! Atentem para inusitada última página!
Roteiro de Garth Ennis, Arte de Darick Robertson e Peter Snejbjerg e cores de Tony Aviña.
Tradução de Alfred.
Adaptação, Revisão e Letras de Von DEWS!

Marcadores:

domingo, 13 de abril de 2008

Miracleman #17-24
(+parte não publicada da #25)









Chegamos com o '"run" de Neil Gaiman em Miracleman. Com os velhos parceiros Mark Buckinghan e Dave Mckean, Gaiman continuou o legado de Alan Moore por algumas edições, até que os problemas judiciais impedissem a publicação do projeto. Como bônus, algumas páginas da edição 25 , que nunca foi publicada! Semana que vem voltamos com os Apócrifas e uma edição extra! Por Gaiman e Buckingham. Ed.#17- Tradução e letras de Fabrizio Leal. Ed.#18-22 Anton Arcane. Dando os devidos crédito, meio tardiamente, mas... a tradução das edições #23 e #24, por Jerri Dias.(visitem o BLOG dele). Páginas da #25 tradução e letras de Abi Sur G'Kar.

Ed.17__Ed.18__Ed.19__Ed.20__Ed.21

__Ed.22__Ed.23__Ed.24__Ed.25

Marcadores:

De Douglas Adams: A Vida, O Universo e Tudo Mais(E-Book)
Após as loucas aventuras vividas com seus estranhos amigos em O Guia do Mochileiro das Galáxias e O Restaurante no Fim do Universo, Arthur Dent ficou cinco anos abandonado na Terra Pré-Histórica. Mesmo depois de tanto tempo, ele ainda acordava todas as manhãs com um grito de horror por estar preso àquela monótona e assustadora rotina. Talvez Arthur até preferisse continuar isolado em sua caverna escura, úmida e fedorenta a encarar a próxima aventura para a qual seria forçosamente arrastado: salvar o Universo dos temíveis robôs xenófobos do planeta Krikkit.
De Douglas Adams: Até mais, e Obrigado Pelos Peixes.(E-Book)
Depois de viajar pelo Universo, ver o aniquilamento da Terra, participar de guerras interestelares e conhecer as mais extraordinárias criaturas, Arthur está de volta ao seu planeta. Tudo parece igual, mas ele descobre que algo muito estranho aconteceu na sua ausência. Curioso com o fato e apaixonado por uma garota tão estranha quanto o que quer que tenha acontecido, ele parte em busca de uma explicação. Com sua peculiar ironia e seu talento aparentemente inesgotável para inventar personagens e histórias hilariantes - embora altamente filosóficas -, Douglas Adams nos presenteia com mais uma genial obra capaz de nos fazer refletir sobre o sentido da vida de uma forma bem diferente da habitual. Intercalando momentos cômicos com imagens e descrições altamente poéticas.



De Douglas Adams: Praticamente Inofensiva(E-Book)

Muitos o consideram o último volume da série O Mochileiro das Galáxias e outros afirmam tratar-se de um título independente, que apenas utiliza os mesmos personagens. Parte dessa controvérsia se deve aos 13 anos que separam este livro da primeira aventura de Arthur Dent, já que Adams iniciou a coleção no final dos anos 1970 e somente em 1992 retomou a história. As inúmeras mudanças políticas, culturais e, principalmente, tecnológicas que aconteceram nesse período influenciaram os rumos da narrativa e tornaram Praticamente Inofensiva uma obra singular. Mas, em vez de perder o tom, Adams parece ainda mais irônico e profundo ao divagar sobre a vida, o Universo e tudo mais.

Marcadores:

Homem-Animal #41-50







Os últimos números de Homem-Animal restantes. Os outros sete já traduzidos já foram lançados aqui. Upload por Alucard e scan pelo GibiHQ.
Ed.#41, 43, 45-50 - Por Tom Veicth e Steve Dilon.
Ed.#42 - Por Tom Veitch, David G. Klein e Mark badger.
Ed.#44 - Por Tom Veitch, Brett Edwins e Jim McCarthy.
Ed.#46 - Por Tom Veith e Steve Pugh

Marcadores: